FIM DA GREVE dos Correios \O/ aeeeeee



Bom pessoal, enfim, venho compartilhar essa notícia maravilhosa!!!

Gostaria de então aproveitar para:



Agradecer a todos os clientes que compraram e ainda não receberam (ou até estão com seus rastreios sem passarem por atualizações) pela paciência e compreensão de que realmente dependemos dos correios e infelizmente não tínhamos/temos como intervir no processo de entrega...e, enfim, essa greve acabou interferindo nas entregas das encomendas...

Mas o mais importante agora é saber que a greve acabou e que nos próximos dias, com fé em Deus, as entregas serão normalizadas ; )





Informar que, com o fim da greve dos correios, estaremos a partir dessa quinta-feira, 13/10, liberando novamente nossa PRONTA ENTREGA no site, pois muitas pessoas já estavam nos escrevendo querendo saber quando estaria de volta, com os produtos disponíveis para compra...então, fiquem atentos porque na quinta, os produtos da pronta entrega estarão disponíveis novamente e vocês sabem que pronta entrega esgota rapidinho né? ; )

Bom, abaixo, a reportagem sobre o fim da greve:

11/10/2011 - 18h57 / Atualizada 11/10/2011 - 20h03

Com aumento de R$ 80 e abatimento na folha de pagamento, TST decreta fim da greve dos Correios

Maurício Savarese
Do UOL Notícias
Em Brasília
Comentários26
Em julgamento para dar fim à greve dos Correios que já dura 28 dias, os ministros do TST (Tribunal Superior do Trabalho) decidiram que funcionários devem receber um aumento salarial real de R$ 80 a partir de outubro de 2011 e a reposição da inflação de 6,87%. Apesar de julgar o movimento não abusivo, a corte definiu pela compensação de 21 dias de paralisação. Outras sete jornadas serão abatidas dos pagamentos dos trabalhadores. As compensações serão feitas aos sábados e domingos.
Com a decisão, o TST decreta o fim da greve e determina o retorno imediato ao trabalho --no caso, na quinta-feira (13), já que amanhã é feriado. O presidente do tribunal disse que se os trabalhadores não voltarem ficarão sujeitos a uma multa diária de R$ 50 mil.
José Rivaldo, secretário-geral da Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares), afirmou que os funcionários respeitarão a decisão do TST e retornarão aos postos a partir da meia-noite de quinta-feira (13).
A greve começou no dia 14 de setembro e o impasse residia no valor do aumento real a ser concedido e no desconto no salário para os dias de paralisação até agora.
O valor do aumento decidido é o mesmo acordado na última terça-feira (4) entre representantes do sindicato e da ECT (Empresa de Correios e Telégrafos) durante sessão no TST. Além disso, as duas partes haviam concordado que seis dias de greve seriam descontados dos vencimentos e que os funcionários dos Correios trabalhariam durante fins de semana e feriados para entregar as cartas acumuladas. O acordo, contudo, foi rejeitado posteriormente nas assembleias dos trabalhadores.
O relator do julgamento da greve, o ministro Maurício Godinho, afirmou nesta terça-feira (11) que o movimento não é abusivo e respeita princípios que não prejudicam a ECT. O ministro propôs que os dias de greve não fossem descontados na folha de pagamento, mas que os grevistas trabalhassem em esquema de plantão.
____________

Para ver a reportagem completa, CLIQUE AQUI.

Então é isso pessoal, por hoje é só!!

Fiquem com Deus, tenham um lindo feriado!!
beijos,

3 comentários:

Khenberly disse...

ai graças a deus minhas coisas v~ão chegar vbezosssssssss

Lucia Souza disse...

Depois de tanto tempo eles nao conseguiram o que desejavam.
Lamentável.
Que governo miserável que só da aumento para eles próprios.
Por isso nossas mercadorias chegam quebradas..trabalhador insatisfeito com seu ganho.
#Triste

Fernanda disse...

Olá meninas do rasa baton adorei o blog e já colei o link no meu blog parabéns e com certeza estarei sempre aki fazendo visitinhas para vcs
o mei blog
http://fernanda-artesanatos.blogspot.com/

Postar um comentário

.